terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Globo de Ouro




Não assisti à transmissão do Globo de Ouro. Mas gostaria de ter visto Mickey Rourke receber o prêmio de melhor ator, homenagear seus cães e agradece-los pela companhia e "amizade". Não vi "The Wrestler" mas o treiler me impressiona. Que mistérios e labirintos separam o Mickey galã de " O Selvagem da Motocicleta" ou " 9 e 1/2 Semanas de Amor" do Rourke de rosto amassado e costurado em filmes como "Sin City" e esse último, que já lhe rendeu um Urso de Prata em Berlim? Quantas carreiras, quantas doses, quantos socos, quantos sonhos? Como alguém destrói um rosto que exalava sensualidade e o transforma num esconderijo de dor e autodestruição?
Não conheço as respostas. Mas consigo imaginar o que a fama e o dinheiro podem fazer com os corações e mentes mais vulneráveis.E cada vez que me deparo com a imagem atual de Mickey Rourke fico tentando descobrir uma expressão, um gesto, um traço........da harmonia anterior ao desastre. Em vão. Não procuro nesses esgares o jovem galã. Busco algo da forma original. Sempre em vão.
Gostei da premiação e da volta por cima - um processo reiniciado já há algum tempo - do ator que fez suspirar toda uma geração de jovens e coroas. Homens e mulheres. Mas, interessante mesmo foi o cara dizer, no microfone, que " às vezes, quando um homem está sozinho, tudo que lhe sobra é seu cachorro". Pra quem já foi conhecido e criticado pela empáfia típica das celebridades, Mickey deu um baita passo a frente ao agradecer, em público, a divina paciência dos cães. Não deve ter sido fácil.

Outra premiação interessante foi a de melhor ator em série dramática para Gabriel Byrne. A série " Em terapia", da HBO, trouxe Byrne em grande forma. Mostrou também grandes performances de atores que vemos por aí, sem prestar muita atenção. E fez vingar no horário nobre da tv paga diálogos primorosos. Parabéns ao original israelense. E que venha rapidamente mais uma temporada.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Ei Tânia!! Tudo bem?
    Pois é.. eu vi seu comentário lá no butecovirtuall. Falei de você para ele, pois Ricardo sempre fala muito bem de você (desculpe a "prafrenteza" rsrs).
    Menina, quando vi o trailer do filme do Rourke, pensei a mesma coisa que vc!!
    Mas essa coisa da superação é realmente inspiradora! E o melhor de tudo é conseguir vencer a vaidade que fica alterada com essa tal fama!
    Beijos e continue colaborando com o Buteco..
    ah, aproveito para convidá-la para conhecer o outro site dele, que é uma espécie de portolio do trabalho de Lenício, que é um excelente fotógrafo (e não é só pq sou irmã não, viu? rsrs ele é bom mesmo!! hehe).
    www.leniciophoto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ana Paula, deixei um recadinho no seu blog, viu?E fui visitar o blog do Lenício. Fotos lindas!
    E você,o que houve? Quando acabam as férias do seu blog?
    um beijo
    tania

    ResponderExcluir